quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Faz algum tempo, talvez alguns anos, que só o que faço é pensar.
Não pensar por pensar e sim para entender. Entender os sentimentos, acontecimentos, esquecimentos e todos os demais tormentos.
Muitas horas são gastas com estes momentos e todos os dias vejo em mim reflexões nascendo.
Não é por nada, mas percebo que de nada adiantam esses pensamentos.Quanto mais eu os descubro e os desvendo, menos os assimilo e os compreendo.
Fazendo assim com que tudo pareça fácil, racional e ao mesmo tempo também difícil e irracional.
E assim me vejo entre clarões e apagões, entre agoniantes tormentos. Numa falta constante do meus próprio entendimento e o que mais me incomoda é saber e não saber, tudo assim e ao mesmo tempo.

-- Letícia Saloum Salvador [27.12.2010] --